Arquivo | 12:18 pm

O que comer para matar a fome entre as refeições?

8 nov

Para evitar o efeito sanfona é preciso cortar de vez os “lanchinhos do mal”

Emagrecer e engordar são verbos muito comuns para a maioria das mulheres. Para evitar as famosas estrias e os desconfortos que aparecem cada vez que se tenta usar uma roupa do fundo do armário é preciso cortar de vez os “lanchinhos do mal”.
Comer bem é o primeiro passo para não sentir fome em horários inadequados e apelar para as tão desejadas “besteirinhas”, já que é aí que mora o perigo. A grande dica é dividir a alimentação entre café-da-manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. Além disso, respeitar o intervalo de três horas entre uma refeição e outra é o grande segredo para o sucesso da boa forma.
Uma boa opção é esconder os alimentos que apresentem algum “perigo” para a dieta equilibrada como doces, bolos, tortas, biscoitos recheados, produtos industrializados e enlatados. Gelatina diets, frutas e barras de cereal light são uma boa opção para saciar a vontade de comer fora de hora, além disso, alimentos crus promovem saciedade e evitam que as comidinhas sejam ingeridas em grande quantidade.Os biscoitos integrais que são ricos em fibras podem servir muito bem para contribuir para o bom funcionamento do intestino e trazem poucas calorias.
Vale ainda ficar esperto com as enganadoras dietas semanais e não vale abrir mão radicalmente dos alimentos naturais aos finais de semana e literalmente cair de boca nos pratos gorduros. Enganam-se os que imaginam que a dieta durante a semana e o abuso aos sábados e domingos servem para manter o peso. São nesses deslizes que o efeito sanfona vem à tona.
Essa alternância do ganho e perda de peso pode ser prejudicial não só para a estética como também para a saúde. Podem causar aumento da pressão arterial, alteração da glicose e do colesterol e ainda complicações nas articulações por conta do ganho de peso e da diminuição da massa muscular.

Fonte: Tribo Feminina