Arquivo | abril, 2012

Fim de semana exagerado

16 abr

É minha gente, também somos humana…também erramos e exageramos 😀 mas para não fugir a regra, hoje é segunda e esse é o dia mundial do arrependimento, recomeço, começo, e pagamento de promessas! kkkkkk

Esse fim de semana foi de exageros, com direito a aniversário e encontro com os amigos. E como sabemos festas de feriados, banquetes e jantares de celebração podem facilmente te tirar um pouquinho (ou bastante) do rumo da nossa dieta. Mas, o que fazer quando nós exageramos em um final de semana mas temos que voltar pra dieta? Simples, basta seguir essas dicas do BoaDieta:

1. Relaxe

A boa notícia é, uma refeição não arruinará você se você controla sua dieta e faz exercício regularmente, basta voltar à sua rotina. Você precisa comer pelo menos 3.500 calorias para engordar 500 gramas, então é muito improvável que um simples extrapolo irá aparecer na balança. O problema só aparecerá se você fazer desses exageros, um hábito.

2. Não se Rebaixe

Muitas pessoas, principalmente as mulheres, se rebaixam quando algo assim acontece. Pensam “Ah, acabei com minha dieta, vou logo desistir dela.” A dieta não estará acabado por causa de um exagero, aliás isso pode até ser uma dica, será que você não deveria rever sua dieta e adotar uma menos agressiva?

3. Pense em Longo Termo

Toda dieta tende a ser um pouco mais liberativa nos finais de semana, ou em algum dia em especial. Se você exagerou em algum dia, basta compensar no dia que a dieta é mais liberal. O sacrifício não será grande, já que você estará acostumada com os outros dias e não ficará com o peso na consciência das calorias a mais que ingeriu no exagero.

4. Equilibre Sensivelmente

Você poderá ficar tentada em compensar seu exagero pulando certas refeições no outro dia, mas pular um lanche ou almoço só te deixará com mais fome e com mais riscos de se desequilibrar. A dica é: espere até que esteja com fome e coma uma barra de cereal, uma fruta ou uma sopa de vegetais.

5. Não Vá na Balança
Após um exagero, a primeira coisa que a pessoa faz é ir na balança. Errado! Com certeza você estará mais pesada, mas porque seu corpo estará retendo mais água por causa do sal que você deve ter comido. Se pesar neste momento só te passará a sensação de derrotada.

6. Continue com a Rotina Normal de Exercícios

Compensar as calorias extras com mais exercícios só irá atrapalhar, porque seu corpo já estará acostumado com a rotina de exercícios. Você pode distender um músculo ou machucar um ligamento. Com isso, não podendo mais se exercitar.

7. Veja o que Come

Exagerou? Mantenha uma lista do que comeu e se mantenha consciente do quanto exagerou e do quanto já compensou. Se você não ficar por cima de tudo, você acabará perdendo a batalha e desistirá da dieta.

Então, exagerou? Não desista, volte à linha! Força na peruca amigos…vamos levantar a cabeça e suar muito essa semana 😀

Rapaz ‘ridiculamente fotogênico’ – As pochetinhas também (Pochetinhas MEME)

12 abr

Olha já…Um maratonista ficou famoso na Internet por ter uma fotografia sua publicada no Flickr e ser avaliado pelos internautas como “um rapaz ridiculamente fotogênico”. Desde 31 de março, a foto de Zeddie Little, de 25 anos, foi vista por mais de 1,25 milhão de pessoas e acabou dando origem a diversos memes. No Facebook, o rapaz já conta com um grupo de mais de 1.700 fãs, conquistados apenas em dois dias.

O curioso é que o clique aconteceu bem por acaso. Little estava participando de uma maratona em Charleston, na Carolina do Sul, quando acabou aparecendo nas lentes do fotógrafo amador Will King. Ele está ao lado de diversas outras pessoas, porém o seu sorriso para a foto chamou tanto a atenção que King publicou a imagem em seu perfil no Flickr e no Reddit com a legenda “rapaz ridiculamente fotogênico”.

Fala sério sou mais as pochetinhas…que em todas as corridas são fotografadas rsrsrsr :D, já sairam em revista e até na tv, kkkkkk. Campanha Pochetinhas viram meme 😀

eu e mana


olha ai…alegria de vencer uma prova 😀 pra noooooossssaaaa alegria kkkkkk


olha aí a foto da revista rsrsr


até em sites 😀

Hora de trocar o chocolate pela cenoura

9 abr


Tudo bem… tudo bem, não chora, não adianta chorar pelo leite derramado, neste caso, pelo ovo de Páscoa comido. Se você não aguentou olhar para tanto chocolate e caiu em tentação e na gula, hora de rever o estrago cometido 😀
A Páscoa passou mais deixou sua marca na balança? Não se preocupe, você não está parecendo um ovo :D, vamos arregaçar as mangas e mandar as calorias embora.

O importante é não desistir e nem desanimar, volte para a dieta normalmente e lembre-se que todo mundo cai, mas o diferencial é saber se levantar e seguir em frente.

 

bjs e boa semana.

Páscoa das pochetinhas

4 abr


Você já começou a ganhar ovos de Páscoa? Calma, não se desespere com tantas guloseimas. O chocolate não é esse vilão que todos pensam. Você sabia que é possível emagrecer mesmo comendo esse delicioso docinho? Siga as 10 dicas das nutricionistas da Equilibrium Consultoria em Nutrição e Bem-Estar, em São Paulo, publicadas na revista Boa Forma. Você vai conseguir consumir chocolate sem atrapalhar a dieta:

1 – A melhor opção é o chocolate amargo. Além de ter efeito antioxidante, sacia mais rapidamente. Ainda não se acostumou com o amargor? Escolha as opções com um toque de laranja ou menta. Faça isso pelo menos até você se familiarizar com o sabor.

2 – Que tal um cafezinho acompanhado de chocolate? Cai muito bem, principalmente à tarde! O calor dá mais conforto ao estômago e a sensação de saciedade se prolonga. Experimente!

3 – Evite guardar o chocolate em casa, na bolsa ou na gaveta do escritório. Assim, você não cairá em tentação.

4 – O melhor horário para saboreá-lo é no lanche da manhã. Assim, ao longo do dia, tende a ficar mais fácil controlar a gula.

5 – Outra opção é como sobremesa do almoço. Já com o estômago cheio, você fica feliz com um pedacinho menor.

6 – Prefere deixar o chocolate para o lanche da tarde? Combine-o com um outro alimento fonte de gordura boa (amêndoa ou castanha-do-pará) ou de fibras (frutas). A parceria é importante para reduzir o índice glicêmico do sangue.

7 – Troque o ovo de Páscoa pelo espetinho de frutas (morango, banana, maçã, uva) coberto com chocolate amargo. Além de ser muito gostoso, fruta tem fibra e ajuda a saciar mais.

8 – Inclua as calorias da guloseima no total consumido do dia. E lembre-se: a porção diária não deve ultrapassar 30 gramas (o equivalente a uma barra pequena). Comer uma barra grande por dia engorda! Cuidado!

Fonte: Boa Forma

O atleta Drauzio Varella

3 abr


Drauzio Varella
68 anos
médico

Por Julia Zanolli | Foto Renato Pizzutto

Quando eu estava prestes a completar 50 anos, um amigo me disse que naquela idade começava a decadência. Então resolvi fazer alguma coisa legal para comemorar a data e tive a ideia de fazer uma maratona. Já comecei a correr pensando nos 42 km.

Pouco tempo depois, outro amigo me passou um programa de treinos e fui seguindo como podia. No fim daquele ano, corri a Maratona de Nova York em 4h01. Isso foi em 1993, e desde então já participei dessa prova mais umas sete ou oito vezes. Também já corri em Chicago, Berlim e Joinville — meu melhor tempo é de 3h38, em 1994, em Nova York.

A maratona é minha distância preferida. Ninguém corre 42 km sem estar preparado, todo mundo ali sabe o que está fazendo, então existe muito mais respeito. Já participei de alguns revezamentos e provas menores, mas não gostei. Também fiz a São Silvestre e detestei, achei uma bagunça.

Treino duas vezes por semana no Parque do Ibirapuera e nos fins de semana procuro correr no Minhocão ou no centro da cidade. Aí vario os trajetos: passeio pela praça da Sé, largo de São Bento, Mercado Municipal. Cada treino varia entre 15 e 25 km, depende de quanto tempo tenho.

Também subo os 16 andares do meu prédio duas vezes por semana. Vou pelas escadas e desço pelo elevador, onde aproveito para ir me alongando. Repito isso entre oito e dez vezes. É puxado, mas me dá um fôlego danado e com certeza me ajuda a correr melhor.

Se as pessoas fizessem mais exercício, ficar parado seria menos penoso para o corpo. Quando você é sedentário, você se levanta e logo tem que se sentar de novo — e aquilo não te descansa. Quando você corre bastante e senta, é uma sensação muito boa.

Sempre levo meu tênis quando vou viajar. Tem coisa mais gostosa do em um dia de congresso você se levantar cedinho para treinar? Corro 2 horas e depois passo o resto dia sentado, sem culpa, ouvindo as pessoas falarem sobre os assuntos de que eu mais gosto. É uma delícia.

Para mim, a corrida é um antidepressivo maravilhoso. Sou muito agitado, faço muitas coisas e a corrida também me ajuda a relaxar. É o momento em que fico em contato comigo mesmo, vejo minhas limitações, e isso me deixa mais com o pé no chão. Por isso não corro ouvindo música e prefiro treinar sozinho.

No ano passado, fiz a Maratona de Berlim em 4h12. Depois pensei que se tivesse feito 2 minutos a menos teria me qualificado para Boston. Não quero estabelecer essa meta porque tenho medo de me frustrar, mas, se este ano eu conseguir fazer uma maratona em menos de 4h10, posso comemorar os 70 anos correndo em Boston.

Não tenho nenhum cuidado especial com alimentação. Antes do treino, bebo uma água de coco ou como uma fruta. Depois tomo café com leite e como pão, azeite e tomate. Não estou convencido de que existe um benefício real nesses géis e vitaminas, aminoácidos. Durante a maratona só bebo água, não tomo nem isotônico. Como cortei açúcar da minha alimentação há 34 anos, tenho medo de ficar enjoado e passar mal.

O exercício só é bom quando ele termina. Durante, é sofrimento. Às vezes você até libera uma endorfina no meio e dá uma sensação boa, mas o prazer mesmo vem quando você acaba.

Quem faz atividade física tem um envelhecimento muito mais saudável. Tenho quase 70 e não tomo nenhum remédio, peso 3 kg a mais do que na época da faculdade. As pessoas dizem: “Você é magro, hein? Que sorte!” Não é sorte, tenho que suar a camisa todos os dias.

Eu corro porque estou convencido de que o exercício físico é contra a natureza humana. Precisamos combater essa inércia. Nenhum animal desperdiça energia, ele gasta sua força para ir atrás de comida e de sexo ou para fugir de um predador. Com essas três necessidades satisfeitas, ele deita e fica quieto. Vá a um zoológico para ver se você encontra uma onça correndo à toa. Ou um gorila se exercitando na barra. Por isso é tão difícil para a maioria das pessoas fazer atividades físicas.

Um exemplo disso são meus pacientes. A grande maioria são mulheres com câncer de mama. Muitas passam por quimioterapia, perdem o cabelo, têm enjoos, fazem cirurgia para retirar parte do seio. E enfrentam esse processo com tanta coragem que fico até emocionado. Depois disso tudo, falo para elas que, se caminharem 40 minutos por dia, cortam pela metade a chance de morrer de câncer de mama. Esse índice é maior do que o da quimio, mas menos de 1% das minhas pacientes começam a fazer exercício. Vai contra a natureza humana.

Muita gente fala que não tem tempo de fazer exercícios. Dizem que acordam muito cedo para levar os filhos à escola, que trabalham demais, que têm que cuidar da casa. Antes eu até ficava com compaixão, mas hoje eu digo: isso é problema seu. Ninguém vai resolver esse problema para você.

Você acha que eu tenho vontade de levantar cedo para correr? Não tenho, mas encaro como um trabalho. Se seu chefe disser que a empresa vai começar um projeto novo e precisa que você esteja lá às 5h30, você vai estar lá. Você vai se virar, mudar sua rotina e dar um jeito. Por que com exercício não pode ser assim?

Nós temos a tendência de jogar a responsabilidade sobre a nossa saúde nos outros. Em Deus, na cidade, na poluição, no trânsito, no estresse. Cada um de nós tem que se responsabilizar pelo próprio bem-estar e encontrar tempo para cuidar do corpo. É uma questão de prioridades.

Se você não consegue fazer exercício de jeito nenhum, pelo menos tem que ter consciência de que está vivendo errado, que não está levando em consideração a coisa mais importante que você tem, que é o seu corpo.

“Este ano pretendo correr as maratonas do Rio e de Chicago. Se fizer abaixo de 4h10, me qualifico para Boston”

Fim de semana agitado

2 abr

Oi pessoal, o fim de semana das pochetinhas foi agitadíssimo. No sábado 8:30 da manhã Park Suite para o lançamento do Raí Training com direito a uma bela vista, uma aula maravilhosa, companhia de amigos e um café da manhã espetacular ufaaa, o dia começou ótimo.

Equipe Pochetinhas em ação

Alongando

Go!

As 12:30 a pochetinha Carol (eu) inventou de fazer Triathlon na Companhia Athletica, outra aula maravilhosa mas sai mortinha, direto para a unimed (brincadeirinha). Esta não foi feito nenhum registro mas tinha como testemunhas Andria, Evandro e Lilian 😀
As 17:00 não satisfeitas com o dia cheio ainda fomos dar uma força para a campanha do Gama na corrida do Câncer, só pra fechar com chave de ouro o nosso sábado.

Pochetinhas

Família de pochetinha tb entra na malhação 😀

Foto com os quenianos 😀

 
Ufaa até agora não sei como estamos de pé rsrsrsr
bjs