Pochetinhas grávidas e saradas

20 set


As pochetinhas estão grávidas….calma, calma, somente uma de nós, a Alessandra. Ela está esperando o Josué, o mais novo pochetinho :D, o sobrinho mais mimado de Manaus.
Em vista disso, este post é especial para as pochetinhas grávidas de todo o mundo, sobre a relação gravidez e exercício físico.
E saibam que gravidez não é sinônimo de sedentarismo, então Alê e pochetinhas grávidas que estão lendo o post nada de desculpas :D, vamos botar os bebês para mexer.

Pesquisas comprovam que a prática moderada de exercícios físicos ajuda no desenvolvimento do bebê e mantém a forma física da gestante. Durante a gestação, os exercícios ajudam a fortalecer a musculatura do corpo da mulher. Mas nem todos são recomendados durante a gravidez. As atividades físicas que exigem muito esforço físico ou que têm risco de acidentes (ciclismo e corrida) devem ser evitadas. Deve-se fazer atividades leves e com pouco impacto, como uma caminhada (com um tênis adequado), hidroginástica, bicicleta ergométrica, ioga, entre outros.


A ioga, na gravidez, é excelente! Todos os fundamentos de respiração, meditação, alongamento e fortalecimento muscular ajudam a gestante a sentir menos dores e câimbras durante a gestação. Além disso, esses aprendizados são muito otimizados na hora do parto, ajudando-a a encarar esse momento com um melhor autocontrole da situação. A respiração e a meditação serão importantíssimas na hora das contrações, e a força e o alongamento, na hora final do parto (a hora que a mãe tem que fazer aquela força boa para o neném nascer).

Andar de bicicleta também é ótimo para a preparação do parto! Ao sentar no selim (que é o banquinho da bicicleta), ocorre automaticamente um alongamento e fortalecimento da musculatura do períneo (a musculatura lá de baixo). Assim, na hora do parto, essa musculatura lá de baixo conseguirá ter uma força maior para ajudar no nascimento, e mais elasticidade de seus tecidos, desta forma se adaptando melhor ao parto.

As vantagens dos exercícios são: melhorar o inchaço na pernas, evitar que a gestante ganhe muito peso na gravidez, prevenir de doenças como pré-eclâmpsia (pressão alta no final da gravidez), diabetes e problemas respiratórios, melhora sintomas de depressão e ansiedade, a qualidade do sono, dores nas costas, prisão de ventre, fadiga, além de ajudar a manter seu humor mais estável e sua auto-estima e seu sono em dia.

Dicas hiper, ultra e mega importantes:
Procure orientações do seu médico para verificar a possibilidade da realização de exercícios físicos durante a gravidez.
Assim que decidir pela atividade física busque um educador físico atualizado em exercícios para gestantes. Lembre-se que muita atividade não é sinônimo de benefício ao corpo.
Faça sempre uma alimentação balanceada sem excesso de carboidratos e doces

Fonte: mulhersaude, brasil.babycenter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: