Dieta Dukan

10 out

Oi gente, como prometi no post passado, vamos falar sobre a dieta Dukan que nossa amiga Laís fez e ficou ainda mais linda.

Existe um livro chamado Eu Não Consigo Emagrecer, do especialista em nutrição e reeducação alimentar Pierre Dukan, criador desse programa de emagrecimento, que explica tintim por tintim a dieta. A proposta é fazer uma dieta de quatro fases: Ataque, Cruzeiro, Consolidação e Estabilização.

Vamos à explicação de cada uma destas fases:

1ª Fase: Ataque 

Primeiro, você faz uma avaliação sigilosa no site da Dieta Dukan (www.dietadukan.com.br). Informa o peso atual, peso máximo a que chegou, peso mínimo, peso mantido a maior parte da vida, peso que quer alcançar, altura, data de nascimento, quantas vezes engravidou, quantas dietas tentou e a ossatura (um pequeno teste com os dedos pra descobrir se é fina, média ou larga). O programa fez os cálculos e indica a quantidade de peso que a pessoa deve perder e o tempo que deve permanecer em cada fase.

Nesta etapa, só é permitido o consumo de proteínas magras. A idéia é comer bastante os alimentos permitidos e fingir que os outros não existem. Além das proteínas, o único item que a dieta permite (e exige) nesta fase é uma colher e meia de farelo de aveia todos os dias e água, muita água!

Consumo à vontade: Carne magra de boi, fígado, peixe, frango, presunto e peito de peru sem gordura, ovos, laticínios desnatados, temperos em geral, chiclete zero açúcar (ver mais alimentos no livro Eu Não Consigo Emagrecer).

Consumo obrigatório: 2 litros de água e uma colher e meia de farelo de aveia por dia.

Exercício: 20 minutos de caminhada por dia, obrigatoriamente.

 2ª fase: Cruzeiro

Nesta etapa, são permitidos todos os alimentos da fase anterior, além de certos legumes e verduras em dias alternados. São 100 alimentos que podem ser consumidos à vontade nos dias de proteínas com legumes, e a regra é a mesma da fase anterior: tudo que está fora da lista é terminantemente proibido.

Consumo à vontade: Todos os alimentos da fase de Ataque. Nos dias de proteínas com legumes, também é permitido comer à vontade: tomate, pepino, rabanete, espinafre, aspargos, alho-poró, vagem, couve, cogumelo, aipo, funcho, alface, acelga, berinjela e abobrinha.

Consumo obrigatório: 2 litros de água e duas colheres de farelo de aveia por dia.

Exercício: 30 minutos de caminhada por dia, obrigatoriamente.

 3ª fase: Consolidação

As pessoas que param a dieta ao atingir o peso ideal têm o mesmo destino: o efeito sanfona. Por isso, é importante fazer a terceira fase, de consolidação do peso. Dura dez vezes o número de quilos perdidos.

Na fase de consolidação, a dieta Dukan permite todos os alimentos das fases anteriores à vontade, além de pão integral, frutas e alguns queijos diariamente. Há algumas regras especiais: uma é a quinta-feira protéica, dia sagrado no qual só são permitidos os alimentos da fase 1 da dieta.

As outras regras são a “cereja do bolo”: porções controladas de alimentos ricos em amido e refeições liberadas, nas quais posso comer o que quiser sem restrições!

Na primeira metade da fase de consolidação, a dieta libera uma porção de amido e uma refeição lixo por semana. Na segunda metade, é permitido comer duas porções de amido e fazer até duas refeições lixo na semana!

Consumo à vontade: Todos os alimentos das fases anteriores.

Consumo controlado: Duas fatias de pão integral por dia, uma porção de fruta por dia (menos uva, banana e cereja), 40 g de queijo de massa cozida (parmesão, emental) por dia, uma porção de amido por semana na primeira metade dessa fase e duas porções de amido por semana na segunda metade (massas, polenta, grão de trigo integral, leguminosas, arroz e batata).

Refeições “lixo”: Uma por semana na primeira metade da fase e duas por semana na segunda metade.

Consumo obrigatório: 2 litros de água e duas colheres de farelo de aveia por dia.

Exercício: 30 minutos de caminhada por dia, obrigatoriamente.

 4ª fase: Estabilização

Fase, que deve ser seguida pelo resto da vida. É uma etapa de manutenção definitiva do peso. Nessa última fase, você deve:

· Continuar seguindo a lista de alimentos e freqüência da fase de consolidação.

· Comer apenas os alimentos da fase de “Ataque” às quintas-feiras.

· Não pegar elevadores e escadas rolantes e caminhar ao menos 30 minutos por dia.

· Consumir diariamente, três colheres (sopa) de farelo de aveia.

Como a dieta funciona 

Segundo a nutricionista clínica Carolina Di Guimarães (http://saboridades.net/), a dieta Dukan age por um processo chamado cetose, que é baseado no consumo mínimo de carboidratos na alimentação. Na ausência desse nutriente, o organismo quebra gorduras acumuladas e fornece energia para o corpo.

A grande vantagem do método é o rápido emagrecimento nas primeiras semanas. Segundo a especialista, “por ser dividido em fases, o método Dukan deixa o processo mais fácil e com um cardápio mais equilibrado, com carnes magras, muitos vegetais e o farelo de aveia”.

A nutricionista alerta, no entanto, que a longo prazo uma dieta restritiva pode trazer riscos à saúde. Por isso, é fundamental consultar o médico se for segui-la por um longo período. Diabéticos, gestantes, pessoas em tratamento psiquiátrico, com disfunções de ácido úrico

ou problemas no fígado estão proibidas de seguir a Dieta Dukan.

 “Dieta não é castigo, é recompensa”

Em entrevista por e-mail à Sou mais Eu!, Pierre Dukan, médico francês criador do método que ajudou celebridades como Kate Midletton e Jennifer Lopez a perder peso, explicou o sucesso do seu método de emagrecimento: “O objetivo é que o prazer de emagrecer seja suficiente o bastante para compensar a ausência de alimentos ricos em açúcares, que estão relacionados ao prazer e à gratificação. Para ser bem-sucedida, a dieta não pode ser vista como um castigo, mas como uma recompensa”. Segundo ele, seu método é hoje o único que propõe duas fases exclusivamente para proteger o novo peso obtido. “Esse é um dos principais diferenciais da dieta Dukan”, diz.

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

Minha humilde opinião: Não consigo fazer uma dieta dessa, passo mal, tenho problema de hipoglicemia quando não como direito.
Se funciona? Acho que funciona, temos o exemplo na nossa amiga do post anterior. Quem ai já fez??? Conte a sua experiência com a dieta pra gente.
Eu pessoalmente acho que a reeducação alimentar é melhor, pois é o que vai te acompanhar pra toda tua vida. Não sou muito fã da palavra Dieta, pois parece que não posso comer nada.

bjs

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: