Promessas de fim de ano

2 jan

Feliz ano novo, pessoal!!!

Todo ano é igual, a gente faz mil promessas para o ano que se inicia.

Eu fiz três: Voltar para academia, RA e corridas. Tudo relacionado a saúde, como diz Pedro Bial: Saúde e paz, o resto a gente corre atrás. Então é exatamente isto que prometi para 2014. Ano do casamento :), noiva em forma (não de bola e sim de violão).

Mas vamos algumas dicas da nutricionista Dra. Madalena van Zeller Muñoz:

1. Seja Específica(o)! Falar de promessas vagas, tal como “vou emagrecer” ou “vou fazer mais exercício”, é uma boa fórmula para falhar. Em vez disso decida comer verduras todos os dias e caminhar 30 minutos todos os dias depois do almoço.

2. Seja realista com as suas promessas! Se precisa de emagrecer, por exemplo 10 quilos, planeie atingi-lo perdendo 2 kg por mês, neste caso em cinco meses. Não tente perder tudo num mês, lá porque leu sobre uma dieta maluca numa revista qualquer, pois pode voltar a ganhar todo esse peso de novo – e mais até!

3. Faça o que é importante para si – e não para os outros terá mais sucesso em manter as suas promessas se a motivação vier de si própria(o), e não dos outros. Seja autêntica(o) no seu novo caminho e destino: faça as coisas porque quer, não para agradar aos outros.

4. Mude do modo que funciona para si! É mais amiga(o) de mudanças drásticas ou suaves? O que lhe trás melhores resultados? No emagrecimento deve haver mudanças no comportamento alimentar, nas escolhas alimentares, nos modos de confecção, nas quantidades, etc. mas estas devem ter sempre o acompanhamento personalizado dum nutricionista para aumentar as probabilidades de sucesso.

5. Faça um plano estratégico! Não basta querer emagrecer nem ter um objetivo, tem de pôr em prática uma estratégia. Por exemplo, leve consigo uns tênis para o trabalho para caminhar na hora do almoço – nem ter de pensar nisso, calça os tênis e vai!; tenha sempre em casa verduras e fruta e leve 2 peças por dia – assim nem tem de pensar no que vai comer quando sentir um ratinho de fome; invista num plano alimentar.

6. Renove as suas vontades! Tudo requer uma aprendizagem; a vontade pode e deve ser renovada, diariamente. O desleixo, a preguiça e a desistência são os grandes inimigos da vontade. Para conseguir algo, primeiro é preciso desejá-lo. Depois há que marcar objectivos, os quais se não forem atingidos é sinal de que não estamos no caminho certo. No emagrecimento temos de fugir ao culto do instante (gratificação instantânea) para concretizarmos o objectivo final.

7. Tenha paciência e perseverança! “Água Mole Em Pedra Dura Tanto Bate Até Que Fura!” Se é aconselhável reeducarmos a nossa vontade então é importante evitarmos a falta de paciência perante resultados que tardam em aparecer! Não Desista! O importante é prosseguir o caminho. Somo criaturas de hábito e isso pode ajudar-nos – temos é de continuar a exercitar a nossa vontade em emagrecer. O segundo mês é menos difícil do que o primeiro, pois as mudanças custar-nos-ão menos à medida que o nosso bem-estar vai aumentando.

8. Peça ajuda antes que a motivação se desvaneça! As boas intenções das promessas de emagrecimento nem sempre chegam para nos ajudar a alcançar o patamar desejado. Se a motivação se desvanece e interrompe o novo caminho, vai achar que “não valeu a pena o esforço”! Peça ajuda a quem sabe – invista nos seus sonhos e objectivos.

EM RESUMO: Para que as suas boas intenções cheguem a bom porto tem de ter estratégias sobre o onde, o quando e o como – e depois fazer uma ligação àquilo que já está a fazer correctamente. O resultado será um você mais feliz!

Fonte: http://www.madalenamunoz.com

Anúncios

Antes e durante da Mayanne Bader

2 dez

Oi gente, hoje vim apresentar mais um exemplo de determinação.

Uma mulher que como nós, está lutando para emagrecer. O nome dela é Mayanne Bader. Vejam o depoimento dela:

“Eu, desde os 10 anos, pratico esportes. Fiz natação, judô, atletismo, tênis de mesa, futsal, vôlei, basquete. Foi assim até, mais ou menos, os 19 anos. Então, tive que fazer uma cirurgia no joelho que me deixou sem andar por dois meses. E, depois, gastei alguns anos em fisioterapia. Fiquei com algum receio de voltar aos esportes e, ao mesmo tempo, investi muito em estudo e trabalho.

Comecei a engordar aos 24 anos, porque tudo eu descontava na comida. Levei uma vida sedentária por 10 anos. Até o dia em que a minha ficha caiu e eu percebi que poderia ter muitos problemas de saúde, uma vida curta e muitos sonhos a não realizar. Esse estalo aconteceu há pouco menos de 6 meses. Estava com quase 100kg, 30kg acima do peso e ninguém acreditava que eu conseguiria emagrecer.

Saí caminhando pelas ruas próximas de casa, no primeiro dia. Com 1 semana, já estava tendo o acompanhamento de uma nutricionista e fazendo o coaching da Paula Abreu, do site Escolha Sua Vida. Duas ajudas fundamentais na otimização dos meus resultados.

Não segui nenhuma dieta da moda. A dieta elaborada pela Fernanda, minha nutricionista, foi personalizada, que me fez ter uma verdadeira reeducação alimentar. Hoje, como muitas frutas, verduras, legumes e nada de glúten e açúcar. Também não como mais carnes, à exceção de peixes (e essa foi uma opção minha e não da nutricionista). Me apaixonei pela dieta e estou muito feliz com os resultados.

Perdi 18kg nos primeiros três meses. De lá pra cá, dei uma desacelerada, para evitar um colapso do organismo. Foram 21kg em 4 meses. 23,5kg em 5 meses. Faltam 6,5kg para alcançar minha meta inicial. Mas ainda pretendo perder mais e ganhar massa magra.

A minha ideia ao criar o blog Vida Bem Saudável foi mostrar que é possível emagrecer sem cirurgias, sem remédios, sem uma receita pronta, sem milagres, enfim… é possível, sim! Também tenho objetivo de motivar aquelas pessoas que querem emagrecer e mostrar um outro ponto de vista além das receitas básicas de comida e treinos funcionais, de academia, etc. Eu conto minhas experiências, minhas histórias e meus sentimentos. Mosto que, para emagrecer, é preciso mudar a cabeça, preparar o lado psicológico, fazer um planejamento e agir. Muita gente espera o resultado sentado no sofá. Não existe milagre. É preciso esforço, dedicação, disciplina e, principalmente, querer.”

Esse é o antes e durante da nossa amiga:

1174802_514024655342410_1821459401_n (1)

 

Se quiserem conhecer mais sobre o dia a dia na nossa lutadora, vejam o blog dela: http://vidabemsaudavel.wordpress.com/

 

bjs, e boa luta a todos!

 

Carol

Salada no pote

18 nov

Gente uma amiga das Pochetinhas saiu no jornal acrítica numa reportagem muita bacana pra quem faz marmita para o trabalho, o nome dela é Alda Clícia, vcs já vira fotos dela aqui no blog. Vejam a reportagem completa:

20131110_140456
Por Loyana Camelo
Quem passa o dia inteiro fora de casa sabe como é sofrido acondicionar uma comida saudável para levar para o trabalho, escola e faculdade. A fragilidade dos vegetais folhosos aliada aos legumes altamente perecíveis impede muitas opções, a não se o bom e velho tupperware – que não é lá muito prático (ou glamouroso) de carregar de um lado para o outro. A tendência no exterior, chegando agora no Brasil, resolve esses dois problemas com uma cajadada só: a salada no pote preserva o frescor da receita e coloca-a sob uma perspectiva diferente, e por que não, charmosa?
O passo a passo é mais simples do que se imagina. Em camadas, iniciando de baixo para cima, coloca-se primeiramente o molho, em seguida ingredientes “pesados” (fisicamente falando) para suportar o molho, como rabanetes, cenouras, cebolas, feijões; depois pode-se repetir esta camada com outros itens pesados a exemplo de tomates; e finaliza-se com ingredientes leves como folhas verdes, frutas ou grãos. O número de ingredientes e o tamanho do pode é subjetivo, variando de acordo com a fome de cada um.
Adepta da culinária saudável, a administradora Alda Clícia da Silva, 39, tem o costume de sempre levar saladas para o trabalho e adora testar receitas diferentes. Ela ainda não conhecia a tendência do pote, e assim que testou, aprovou a idéia.
“Acho uma opção prática, principalmente porque dá pra levar para o escritório, é muito discreto e conserva super bem os alimentos. E dá pra brincar com os ingredientes, pôr o que você quiser”, comenta Clícia. Ela conta que decidiu enveredar para reeducação alimentar há 2 anos, tendo pesado mais de 100kg na adolescência.
“Coloco super pouco carboidrato na minha alimentação. Como mais saladas e proteínas, na hora do almoço, sempre estou com a minha saladinha”.

Longa vida útil
Para a nutricionista Luciana Santana, os amazonenses têm dificuldades em geral de consumir saladas, seja pelo preço elevados das verduras, frutas e legumes comercializados aqui, seja pela preguiça pura e simples. “Tudo que for facilitar esse consumo, é super válido”, disse. A respeito da moda do pote, Luciana disse que os recipientes de vidro ajudam a aumentar a vida útil das folhas por impossibilitar a entrada de oxigênio – que estraga os alimentos mais rápido.
Agora um alerta para quem deseja condicionar as saladas no pote durante a semana inteirinha: o molho só pode ser colocado na hora de comer.
“Colocar molhos no fundo do pote não é legal, porque diminui a vida útil do vegetal. Pode até azedar mais rápido. Agora se for azeita extra virgem, ok, porque ele ajuda a conservar”. Dica anotada.

Fonte: Jornal ACritica

Vamos fazer nossos potinhos e levar para o trabalho galera!!!

bjs

Carol

Anabolizantes

11 nov

efeitos-dos-anabolizantes

Oi gente, hoje vim falar com vocês sobre uma coisa muito séria, alguns de vocês deve ter visto ou ouvido falar que uma ex-bbb foi diagnosticada com câncer e que há suspeitas que o que pode ter agravado o quadro foi o uso de anabolizantes. E eu como boa curiosa fui ver do que se trata e não gostei muito dos resultados da pesquisa. Então, me senti na obrigação de alertar vocês sobre o uso de anabolizantes que com o consumo excessivo pode ser muito perigoso e pode causar danos irreparáveis ao corpo humano.

  • Os esteróides androgênicos anabólicos, mas conhecidos como anabolizantes, é um produto derivado principalmente da testosterona, hormônio responsável por muitas características que diferem homem e mulher. Eles atuam no crescimento celular e em tecidos do corpo, como o ósseo e o muscular.
  • O uso de anabolizantes gera efeitos colaterais, tanto em homens e mulheres, como:  aumento de acnes, queda do cabelo, distúrbios da função do fígado, tumores no fígado, explosões de ira ou comportamento agressivo, paranóia, alucinações, psicoses, coágulos de sangue, retenção de líquido no organismo, aumento da pressão arterial e risco de adquirir doenças transmissíveis (AIDS, Hepatite).
  • No caso das mulheres, o uso de anabolizantes pode gerar características masculinas no corpo, como engrossamento da voz e surgimento de pêlos além do normal. Além disso, aumento do tamanho do clitóris, irregularidade ou interrupção das menstruações, diminuição dos seios e aumento de apetite.
  • Nos homens, o excesso de anabolizantes pode causar aparecimento de mamas, redução dos testículos, diminuição da contagem dos espermatozóides e calvície.
  • Em adolescentes, as conseqüências podem ser piores, como comprometimento do crescimento, maturação óssea acelerada, aumento da freqüência e duração das ereções, desenvolvimento sexual precoce, hipervirilização, crescimento do falo (hipogonadismo ou megalofalia), aumentos dos pelos púbicos e do corpo, além do ligeiro crescimento de barba.
  • Esses hormônios podem ser usados clinicamente e, ocasionalmente, serem prescritos sob orientação médica para repor o hormônio deficiente em alguns homens e para ajudar pacientes aidéticos a recuperar peso. Nos casos de necessidade clínica, os pacientes são indicados a tomarem apenas doses mínimas para apenas regularizar sua disfunção.
  • O uso das injeções de anabolizantes esteróides pode levar ao risco de infecção pelo HIV e vírus da hepatite, se as agulhas forem compartilhadas. Esteróides Anabólicos obtidos sem uma prescrição não são confiáveis, pois podem conter outras substâncias, os frascos podem não ser estéreis e, além disso, é possível que nem esteróides contenham.
  • Usar anabolizantes, sem orientação médica, é proibido, além de ser de grande risco para a saúde. Entretanto, por aumentarem a massa muscular, estas drogas têm sido cada vez mais procuradas e utilizadas por alguns atletas para melhorar a performance física e por outras pessoas para obter uma melhor aparência muscular.
  • Um estudo de 2007 traçou o perfil do usuário de anabolizantes no mundo. De acordo com os dados, o usuário típico não é o adolescente ou o atleta, mas o homem de cerca de 30 anos, bem educado e com renda alta, segundo um estudo publicado hoje. Foram pesquisados 2.663 homens e mulheres de 81 países, indicando que o motivo principal para o uso desses compostos é o aumento da musculatura.
  • Muitos atletas consomem anabolizantes a fim de conseguirem uma melhora na performance dentro do esporte. Os anabolizantes, quando entram em contato com as células do tecido muscular, aumentam o tamanho dos músculos do corpo humano. Porém, isso é caracterizado Doping, e o esportista pode ser punido por isso, como já ocorreu em inúmeros casos.  Dependendo da situação, o atleta pode ser banido do esporte.

Fica a dica, cuidado com o uso de anabolizantes, se tiver que usar que seja com prescrição médica.

Uma ótima notícia é que existem os anabolizantes naturais, que têm o mesmo objetivo dos hormônios e substâncias sintéticas, com a grande vantagem de não oferecerem riscos para a saúde.  Os anabolizantes naturais procuram através de uma combinação especial de nutrientes ajudar o corpo a liberar hormônios e substâncias anabólicas dentro de um patamar seguro que o próprio organismo estabelece através de seus mecanismos regulatórios normais.

Alimentos fundamentais para o desenvolvimento muscular são: Ovo, Peixe, Carnes, Legumes, Verduras, Leite, Soja, Frutas em geral, Carboidrato (em substituição ao açúcar), Pimenta, Batata, Batata Doce, Fibras, Aveia, Queijo Branco, Suplementos Alimentares.

Anabolizantes naturais podem ajudar muito atletas e malhadores a melhorarem seus resultados de forma segura.

Fonte: http://www.endocrino.org.br e http://www.planetadocorpo.com

Cuidados na Corrida

1 nov

Gente a acrítica fez uma matéria bem legal a respeito de uma palestra que vai acontecer aqui em Manaus sobre os cuidados que se deve ter na corrida, vejam:

Na próxima quarta-feira (6), Manaus vai receber uma palestra ministrada pela Training da empresa ASICS, Izabel Genjian – especialista em tênis de corrida – durante o evento ela vai falar sobre as técnicas que envolvem a corrida, calçado ideal e também sobre a importância de receber o acompanhamento de um especialista.

“A ideia principal desse encontro é mostrar que existe uma diferença muito grande entre caminhar e correr. E que há diversos tipos de corrida e por isso é importante que o corredor saiba qual é o seu tipo de pisada, para assim encontrar o tênis apropriado”, explicou Izabel.

Além de falar e demonstrar o tênis ideial para cada pessoa. Izabel Genjian também dará dicas importantes para quem quer começar a correr.

“A pessoa que deseja correr deve entender que não pode começar a fazer isso de uma hora pra outra, tem que ir com calma. Primeiro ela deve começar com a caminhada, depois passar para o ‘trote’, que simula uma corrida e quando estiver com condicionamento físico, aí sim começar de fato a correr”, disse a especialista.

Ainda segundo Izabel no momento da transição do “trote” para corrida é que podem acontecer as lesões. “O primeiro passo para evitar qualquer tipo de lesão, além de seguir todas as orientações de um profissional de educação física, é usar o calçado certo. A inclinação do corpo na hora da caminhada é totalmente diferente da inclinação na hora da corrida”, comentou.

“Quando você corre o corpo fica mais pra frente e você dobra mais os joelhos e acaba sobrecarregando as articulações e é nesse momento que pode acontecer algo errado, como uma lesão. Mas se você estiver com o calçado ideal ele vai diminuir o impacto e evitar problemas”, completou.

A especialista também falou que seguir as instruções para a manutenção de cada tênis faz toda a diferença.

“O dia-a-dia é muito importante. Tem gente que se acha esperta e joga o tênis na máquina de lavar, ignorando todas as recomendações dos calçados. O que acontece, depois de duas ou três lavadas o tênis passará a machucar os seus pés e você poderá sofrer sérias consequências. Por isso, o ideal é sempre seguir as recomendações e buscar sempre o bem estar, claro”, finalizou.

Contatos

Izabel Genjian vai ministrar duas palestras em Manaus, no dia 6. Uma no Sesi, na Zona Leste, às 18h30, e outra na Vila Olímpica de Manaus, às 20h30. Informações pelos telefones (91) 8132-0097/ 3222-4621.

 

Vamos lá, corredores!

Fonte: http://acritica.uol.com.br/craque/Cuidados-praticar-abordados-especialista-palestra_0_1021697828.html

Homem x Mulher no emagrecimento

30 out

index_16

Por que,por que, por que, homem emagrece mais rápido que a mulher?

Acho isso muito injusto, a gente que é obcecada por perder peso, a gente que fica toda enxada na TPM, a gente que é cobrada por estar em forma e eles que perdem peso mais rápido aaahhhhh que raiva.

110

Os homens emagrecem mais e mais rápido que mulheres pois eles possuem cerca de 20% de volume muscular a mais que elas, o que resulta num metabolismo mais acelerado, o que quer dizer que eles gastam mais calorias para realizar as mesmas atividades que as mulheres. São em torno de 300 a 400 calorias por dia a mais o gasto energético nos homens, comparando com as mulheres. Isso equivale a mais ou menos a três pães franceses. Enquanto a mulher não possui um teor muscular alto já que seu corpo foi feito para engravidar, ou seja, engordar com maior facilidade.

Quem tem menos gordura acumulada gasta mais calorias mesmo em repouso porque os músculos concentram uma maior quantidade de mitocôndrias, que são responsáveis pelo gasto de energia.

O segredo para as mulheres emagrecerem mais rapidamente é fazer exercícios físicos como a musculação, por exemplo, que aumenta a quantidade de mitocôndrias e de massa muscular assim, ela passará a perder peso com mais facilidade e terá um gasto energético maior mesmo estando em repouso.

Como emagrecer feito homem? Mulheres assumam seu lado macho man e perca peso como um homem. Kkkkkk

colaborador-header5

1º – Encha o prato

Em outras palavras, pare de fazer a dieta da sopa, do chá e da proteína. Além de chatíssimas, elas não operam milagres duradouros. “A reeducação alimentar é a escolha da maioria dos homens. Eles comem de tudo com moderação, não têm o hábito de beliscar e respeitam os horários das refeições.

2º – Aposente o chicote

Permitir-se é o verbo da ordem. Não se martirize, por devorar um prato de lasanha. Quando come-se com culpa, come-se mais. Para não golpear as costas com um chicote a cada garfada, escolha um dia da semana para saborear o prato de que você mais gosta. Mastigue sem culpa e volte no dia seguinte com o estímulo renovado, afirma Patrícia. Se ainda não está convencida, leia isto: cientistas da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, constataram que quem reprime o desejo de comer acaba comendo quase o dobro do que aqueles que manifestam a vontade. E o detalhe é que o comportamento foi observado especialmente em mulheres.

3º – Eleve a temperatura

Um truque para fazer com que sua queima calórica se aproxime da masculina é usar a digestão em seu favor. Todo alimento para ser digerido gasta energia, sendo que alguns mais que outros. Você, evidentemente, vai abusar dos maiores consumidores: os termogênicos. Entre os principais estão gengibre, pimenta-vermelha, acelga, couve, brócolis, laranja, canela, guaraná, chá verde, água gelada, linhaça, salmão, sardinha, azeite e (viva!) chocolate amargo.

4º – Faça cara feia

Na academia, cole nos meninos. Para começar, puxe ferro como eles — fazendo careta e tudo. “A ginástica localizada, que as mulheres adoram, não surte efeito se o objetivo é ganho de massa. É preciso usar a carga nos aparelhos para diminuir a gordura e emagrecer com mais facilidade. A parte aeróbica também é importante, mas se matar uma hora na esteira ou na aula de spinning não basta. A grande pedida é intercalar no mesmo treino exercícios da musculação com seqüência de tiros de corrida ou pedaladas em alta rotação. Outra ideia é trocar a hidroginástica pela natação. Trata-se de um esporte completo, com trabalho muscular e aeróbico.

5º – Dispense a calculadora

Já viu algum homem (heterossexual) contando as calorias de uma porção de amendoins? Não, óbvio. E olha que a ciência também nos surpreende ao mostrar que, num regime, reduzir a ingestão de carboidratos vale mais do que contar calorias. Uma pesquisa do Children’s Hospital, nos EUA, dividiu dois grupos de pessoas com biótipos diferentes: maçã (gordura na barriga, comum entre homens) e pera (quadris salientes, ligados a mulheres). Cada um foi submetido a uma restrição: de calorias ou de carboidratos. Os resultados indicam que ao trocar, por exemplo, o arroz branco pelo integral o segundo grupo teve maior sensação de saciedade já que a quantidade de açúcar no sangue diminuiu. A redução brusca de calorias, por outro lado, gerou stress psicológico e atrapalhou o processo de emagrecimento.

6º – Desligue o despertador

Você leva 1 hora para pegar no sono, enquanto ele começa a roncar em 5 minutos. Esse também é um dos motivos pelos quais os homens perdem peso mais rápido. Um estudo publicado no periódico Journal Sleep mostrou que uma noite mal dormida pode engordar. A pesquisa avaliou 70 mil mulheres durante 16 anos. Aquelas que dormiram 5 ou menos horas por noite ganharam 15 quilos no período, enquanto as que repousaram bem engordaram 10,5 quilos. A grelina é um hormônio responsável pela sensação de fome. Sua produção é menor quando descansamos apropriadamente, afirma a nutricionista Ana Flôr Picolo, do Centro Universitário São Camilo.

7º – Controle seus impulsos

Como homem não tem TPM, para ele é mais fácil controlar a compulsão por comida. Não há como exterminar a ditadura hormonal, mas você pode associar medidas para suavizar seus efeitos: acupuntura, suplementação com ácidos graxos (ômegas 3 e 6, vitaminas B6 e E e magnésio), métodos anticoncepcionais (pílula, adesivo, injeção, implante ou DIU), exercícios físicos e alimentação diurética (chuchu, abacaxi e melancia). Os fitoterápicos, como o Gamaline, ajudam a reduzir o stress. Em casos de sintomas muito intensos, há tratamentos com antidepressivo, como a fluoxetina.

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br e http://www.tuasaude.com

Abre a booooca é Royal!

29 out

gelatina-r_1365163544143

Oi gente, hoje vim falar com vocês sobre os benefícios da Gelatina.

Quem pediu este post foi o Elvis, um amigo das Pochetinhas. Se você tem interesse em ver algum post aqui nas Pochetinhas, manda para o nosso e-mail que a gente faz a pesquisa pra você e publica aqui.
Então…andei fazendo umas pesquisa sobre a tal da gelatina e nossa me surpreendi com os benefícios dela. Vamos lá:

Os benefícios da gelatina para a saúde envolvem o emagrecimento, o fortalecimento das unhas e cabelos, dando-lhes maior resistência, espessura, crescimento e brilho. A gelatina é também uma excelente fonte de hidratação para a pele e intestinos e, de quebra, faz um bem danado para a elasticidade da pele. Ui só por isso já me apaixonei!

Por ser principal fonte de colágeno, substância que tem como função impedir a deformação dos tecidos que fazem parte da estrutura de ossos, pele, cartilagens e tendões, a gelatina tem um papel importante na prevenção e no tratamento de doenças, como artrose e osteoporose. De olho na velhice!!

 

Saúde-Bem-Estar

O poder está comprovado e todos podem desfrutá-lo, pois a gelatina é liberada para adultos, crianças e idosos. Para turbinar os resultados no nosso corpo, a dose indicada é de dez gramas por dia, o equivalente a uma colher de sopa. Mas, atenção: a melhor opção para consumo não é aquela de caixinha, que compramos no supermercado. A recomendada é a proteína hidrolisada, bem concentrada e com efeitos muito mais visíveis. O ideal é colocar uma colher de sobremesa da gelatina em pó em sucos, doces, iogurtes, vitaminas, musses, saladas de frutas ou até na própria gelatina industrializada. Porém se você não tem essa, pode sim continuar usando a de caixinha, é melhor do que nada.

Vamos agora responder algumas perguntinhas:

Consumir gelatina previne celulite e tonifica a pele?
A gelatina irá agir indiretamente na celulite, promovendo a melhoria da elasticidade cutânea e ajudando a diminuir o acúmulo de líquidos entre as células. Mas sozinha não faz milagre, principalmente porque o problema, infelizmente, não tem cura.

A gelatina deixa as unhas mais fortes e os cabelos mais brilhantes?
Sim, ela contribui para isso. Para um crescimento saudável, unhas e cabelos precisam de diversos nutrientes. Entre eles, o colágeno, existente na gelatina. O colágeno é responsável pela cicatrização e regeneração dos tecidos. No caso das unhas e cabelos, o colágeno forma uma matriz onde minerais se fixam para deixá-los fortes, resistentes e brilhantes.

A gelatina possui gordura?
Não. A gelatina é isenta de gordura, colesterol e carboidratos. É constituída de 87% de proteína, 1% de sais minerais e 12% de água.

Gelatina dá saciedade de verdade?
Sim. O alto teor de aminoácidos age sobre o centro do apetite estimulando a satisfação. Além disso, no estômago, ela se junta a uma grande quantidade de água ingerida, contribuindo para que não haja exagero nas refeições.

O alimento funciona para mulheres na menopausa?
Sim. Nesse período acontece a maior perda de colágeno (2% por ano, após 45 anos de idade), devido à deficiência de estrógeno, que diminuirá os fibroblastos (células que produzem o colágeno).

Gelatina faz bem para os ossos e articulações?
Ossos, cartilagens e articulações são formados por colágeno acrescido de minerais. O colágeno reforça os tendões e ligamentos que unem os músculos aos ossos. A gelatina hidrolisada ajuda na nutrição destes tecidos, mantendo a hidratação e integridade das articulações, desempenhando assim um papel importante na prevenção e no tratamento de dores articulares, artrose e osteoporose.

Ok ok vou me render a este produtinho dos deuses 😉

Rugas

Fonte: http://corpoacorpo.uol.com.br